quarta-feira, 14 de fevereiro de 2018

Pantera Negra | Críticas de Cinema - Efrem Pedroza


Direção: Ryan Coogler

Elenco: Chadwick Boseman, Michael B. Jordan, Lupita Nyong'o, Danai Gurira, Letitia Wright, Daniel Kaluuya, Martin Freeman, Forest Whitaker, Andy Serkis

Gênero: Ação, Aventura


    Após os eventos de "Capitão América: Guerra Civil" e a morte do rei T'Chaka (John Kani), o príncipe T'Challa (Chadwick Boseman) retorna a sua terra natal, Wakanda, para assumir a coroa. Composta por cinco reinos, Wakanda não é unanimidade com relação ao atual governo e uma das tribos, os Jabari, não aprovam a política vigente. Nesse cenário, outros reinos e seus representantes apoiam o rei T'Challa e o ajudam na tentativa de encontrar Ulysses Klaue (Andy Serkis) que há alguns anos roubou uma quantia de vibranium do solo protegido pelo "Pantera Negra".  





     Em "Pantera Negra", o universo cinematográfico Marvel consegue realizar um dos filmes mais legais desde "Capitão América 2: O Soldado Invernal".

    Um dos elementos mais legais do filme está em sua representatividade. E não é pelo fato de seu protagonista e entorno contar com personagens que representam a cultura africana apenas... As mulheres! Sim! As mulheres estão lá e ocupando posições poderosas, além de ótimas atuações, com destaque para Shuri (Letitia Whrite). 





      Wakanda é, talvez, a maior protagonista de toda a história. Graças ao diretor e roteirista, Ryan Coogler, que trabalha cada detalhe com muita precisão, desde a cultura até a tecnologia que constroem um ambiente fascinante e envolvente ao mesmo tempo. 
      Com relação aos vilões, Killmonger (Michael B. Jordan) praticamente encarna, em ideais, uma personalidade próxima a de "Malcom-X", enquanto T'Challa é o "Martin Luther King". Aliás, esse é um ponto positivo quanto aos vilões do universo cinematográfico Marvel. Killmonger é um vilão que apresenta camadas e relevância. Por outro lado, Ulysses Klaw (Andy Serkis) encarna o cientista maluco e exagerado conhecido popularmente nos quadrinhos como "Garra Sônica". Importante no universo "Pantera Negra", mas genérico como os demais em filmes da Marvel, exceção feita ao sempre competente Loki de Tom Hiddleston. 





     O único ponto negativo fica por conta da computação gráfica em algumas das cenas de ação que não convencem tanto, a exemplo de "Mulher-Maravilha", e que poderiam ser melhores e menos repetitivas. 

     Como sempre, é bom avisar. O filme tem duas cenas pós-créditos e uma delas é um belo recado a Donald Trump.  Político, inteligente, intrigante e muito bem feito, "Pantera Negra" é quase um filme a parte, com uma tímida conexão a "Guerra Civil" e mais tímida ainda a "Guerra Infinita" que, com toda certeza, será um evento marcante para o cinema de super-heróis. 






Nota do crítico: 4,0

O critério de notas é estabelecido da seguinte forma:

0,0 = péssimo

1,0 = ruim
2,0 = regular
3,0 = bom
4,0 = ótimo
5,0 = excelente

sábado, 3 de fevereiro de 2018

PANINI LANÇA ÁLBUM DE FIGURINHAS DO NOVO BEN 10


NOVO BEN 10 GANHA ÁLBUM DE FIGURINHAS PELA PANINI


   Acompanhando a série animada Ben 10, líder de audiência no canal Cartoon Network, a PANINI acaba de lançar o Livro Ilustrado Ben 10. Repleto de mudanças e novidades, o álbum de 32 páginas apresenta novos heróis alienígenas para Ben Tennyson se transformar e vilões para combater com o seu relógio Omnitrix. A publicação chega às bancas de todo o Brasil no dia 2 de fevereiro.
   O novo Ben 10 – com um formato totalmente renovado para uma nova geração de fãs - é ilustrado em uma coleção de 192 figurinhas, sendo 48 especiais, que retratam com muita diversão as aventuras do garoto com seu avô Max e sua prima Gwen. O livro ilustrado vem com informações da série e de seus personagens, que acompanham os cromos.
   Com o famoso bordão “É hora de virar herói!” -, os 10 aliens do relógio Omnitrix e suas novas versões também ganham espaço e descrição de poderes nas páginas do álbum. Assim como os maiores vilões com que Ben já lutou, as melhores batalhas e as épicas férias de verão em família. O preço sugerido do álbum é de R$ 7,90 e o envelope com 5 cromos custa R$ 1,75.

A série Ben 10

   A nova série Ben10 estreou em abril de 2017 no Cartoon Network e conta as aventuras de Ben Tennyson, o garoto super-herói que tem nas mãos o misterioso relógio Ominitrix, com o poder de 10 alienígenas para combater os vilões mais malvados do universo. E tudo isso com boas doses de humor e muita, mas muita ação!
   A série, que traz um formato completamente diferente e renovado, chegou para se conectar com uma nova geração de fãs! Com muitas surpresas, o show combina comédia e ação, características que fizeram de Ben10 um sucesso internacional, quando lançado originalmente em 2006.
   Ben10 é produzido pelo Cartoon Network Studios e conta com John Fang (Mixels, Mutante Rex) como produtor executivo e a Man of Action Entertainment (Operação Big Hero, Mutante Rex) na realização e produção executiva.











FICHA TÉCNICA
Livro Ilustrado Ben 10
Formato: 245 x 335
Estrutura: 4 capa + 32 páginas
Lançamento: 02/02/2018
Distribuição: Nacional
Preço do Livro Ilustrado: R$ 7,90
Preço do Envelope com 5 figurinhas: R$ 1,75


KITS

Kit GEEK POINT
20 envelopes + album + etiqueta
Preço: R$ 42,90

Kit LOJA VIRTUAL
20 envelopes + álbum + etiqueta
Preço: R$ 42,90
11 envelopes + 20 figurinhas avulsas + 01 cartela (70 figurinhas pelo preço de 48)
Preço: R$ 16,80
Disponível loja online PANINI (www.lojapanini.com.br)

Kit BLISTER REVISTARIA
11 envelopes + 20 figurinhas avulsas + 01 cartela (70 figurinhas pelo preço de 48)
Preço: R$ 16,80





PANINI LANÇA CAMPANHA DA TURMA DA MÔNICA


PANINI LANÇA CAMPANHA DA TURMA DA MÔNICA PARA
ESTIMULAR LEITURA DOS CLÁSSICOS
GIBIS DE MAURICIO DE SOUSA

 


   A Turma da Mônica, maior sucesso editorial em quadrinhos no Brasil das últimas três décadas, inicia o ano em grande estilo com uma campanha, realizada pela PANINI, em todo o território nacional. Os mais famosos personagens de Mauricio de Sousa e suas aventuras no Bairro Limoeiro ganham espaço nobre em campanha de alto impacto e visibilidade que abrangerá pontos de venda, TV aberta e por assinatura, anúncios das revistas MSP e estações de Metrô. Sob o mote "Diversão em Quadrinhos", a ação busca aproximar ainda mais os leitores das histórias impressas da Turminha e, assim, aumentar o contato com os personagens.
   Os fãs da publicação também podem encontrar a Mônica, Cebolinha, Magali e Cascão nos metrôs da cidade de São Paulo. Painéis nas estações Pinheiros, Paulista e República da linha amarela ostentam a campanha em cores vibrantes. Na estação luz, o filme da Turminha, com duração de 15 segundos, é exibido em grandes formatos e ainda no led circular fixado bem no centro do local. A transmissão continua a acontecer nos monitores internos dos vagões das linhas amarela, vermelha, verde e azul.
   Para agregar mais glamour à campanha, os filmes estão inseridos em canais de TV aberta e a cabo. Emissoras como SBT, TV CULTURA, DISNEY (SD E HD - MUNDO DISNEY NO SBT), CARTOON, BOOMERANG e GLOOB entram na brincadeira e divulgam a clássica turma. O filme e a campanha gráfica utilizam fundos divertidos e coloridos, com os personagens e suas tradicionais onomatopeias (POF, SOC, CABRUM e outras). As mensagens remetem ao contexto de aventura, confusão e gargalhadas, em revistas que divertem e ensinam. Os cartazes e filmes para a TV trazem estampados as edições número 33 das aventuras da Turma da Mônica e seus amigos, que já podem ser encontradas em bancas e revistarias de todo o país.
   Uma pesquisa executada pelo Datafolha aponta que 85% dos brasileiros concordam que os gibis da Turma da Mônica incentivam a leitura de livros de modo geral. 80% consideram que as revistas em quadrinhos têm um papel importante na alfabetização das crianças no Brasil e 64% concordam que os gibis da Turma da Mônica ajudaram seus filhos a aprender a ler.

*Pesquisa do Datafolha realizada de 7 a 9 de março de 2017, com 2.100 entrevistas, distribuídas em 130 municípios brasileiros, com margem de erro de 2 pontos percentuais, para mais ou para menos, dentro do nível de confiança de 95%.


Turma da Mônica

   A história entre a Turma da Mônica, seu criador Mauricio de Sousa e a PANINI, iniciada em 2007, é considerada uma das mais expressivas parcerias editoriais do mundo, pelos benefícios gerados tanto para o público leitor de quadrinhos como para o mercado infanto-juvenil nos últimos anos no Brasil. Unindo a expertise da editora multinacional à genialidade das obras do estúdio Mauricio de Sousa, grandes lançamentos tiveram enorme repercussão e se tornaram marcos no segmento, a partir das histórias clássicas da Turma da Mônica.
   Entre eles, um dos momentos mais antológicos para Mônica e sua turma: o lançamento da revista Turma da Mônica Jovem, em que os personagens outrora eternamente crianças finalmente crescem e se tornam adolescentes (2008). Um fenômeno sem precedentes que tomou conta das bancas, colégios, shoppings, rodas de conversas e onde quer que jovens estivessem leitores reunidos. Também fazem parte da trajetória de sucesso da parceria o lançamento da coleção que comemorou os 50 anos da carreira de Mauricio de Sousa (2009), em que Mônica e sua turma ganharam releituras executadas por outros artistas brasileiros, culminando no lançamento do selo Graphic MSP (2012), que dá continuidade ao projeto. Muitos outros títulos integram a excelente fase da personagem nos últimos anos e seus desdobramentos, como a volta da revista do Pelezinho (2012), a revista Mônica nº 500 (2011), as miniaturas colecionáveis Gogo´s de todos os personagens (2011), as coleções históricas (2007), as revistas da Turma da Mônica em inglês e espanhol (2014), o reinício da numeração dos quadrinhos para uma nova geração de leitores (2015) e a coleção Clássicos do Cinema (2017).

Mauricio de Sousa

   Iniciou sua carreira como ilustrador na região de Mogi das Cruzes, próximo de Santa Isabel, onde nasceu. Aos 19 anos, mudou-se para São Paulo e, durante cinco anos, trabalhou no Jornal Folha da Manhã (atual Folha de São Paulo), escrevendo reportagens policiais. Em 1959 criou seu primeiro personagem, o cãozinho Bidu. A partir daí vieram, Cebolinha, Cascão, Mônica, e tantos outros. Em 1970, lançou a revista Mônica. Depois de passar pela Editora Abril e Editora Globo, assinou contrato com a multinacional italiana Panini.

Sobre a Mauricio de Sousa Produções

   A Mauricio de Sousa Produções (MSP) é uma empresa que produz histórias em quadrinhos no Brasil há mais de 56 anos e é responsável por uma das marcas mais admiradas do país, a Turma da Mônica. Na área editorial, a empresa alcançou o número de mais de 300 títulos até hoje, e detém mais de 80% do mercado de histórias em quadrinhos do Brasil. A companhia é responsável pela criação de 400 personagens, que já venderam mais 1 bilhão de revistas, responsáveis pela alfabetização informal de milhões de brasileiros. A MSP investe em tradição com inovação e produz conteúdos disponíveis em várias plataformas com a mais alta tecnologia, aliando educação, cultura e entretenimento. No licenciamento, a MSP trabalha com uma média de 150 empresas que utilizam seus personagens em mais de 3 mil produtos.



ESTRELAS DO CAMPEONATO DE FUTEBOL ESPANHOL SE REÚNEM EM ÁLBUM DE FIGURINHAS DA PANINI


   A nova edição do Livro ilustrado oficial Liga Santander 2017-2018, que chega às bancas no dia 26 de janeiro, pela PANINI - reúne, em suas 32 páginas e 270 cromos, todas as equipes e todos os craques do futebol espanhol, em uma coleção que retrata o campeonato das maiores estrelas do futebol mundial dos últimos tempos.
   A edição desta temporada apresenta as vinte equipes da Liga - Atlético de Madrid, Barcelona, Real Madrid, Sevilla, Deportivo Alavés, Athletic Club, Real Betis, R.C.Celta, R.C.Deportivo, S.D.Eibar, R.C.D.Espanyol, Getafe C.F., Girona F.C., U.D.Las Palmas, C.D.Leganés, Levante U.D., MálagaC.F., Real Sociedad, Valencia C.F. e Villarreal C.F. – e traz o Super Stars: uma seleção dos 36 melhores jogadores de várias nacionalidades que pertencem a clubes de pontas da LaLiga Santander 2017-2018 e mais uma série de curiosidades e histórias do campeonato espanhol e de seus jogadores.
   O livro ilustrado traz também o Calendário da Liga Santander 2017-18 com uma tabela completa dos jogos para acompanhar partidas e resultados. Duas páginas ostentam os Campeões da Liga – uma relação de todos os campeões de cada temporada desde 1928, além de ranking histórico e titulômetro, que mostra que o Real Madrid é o maior campeão de todos os tempos, com 33 títulos, seguidos do Barça, com 24 taças levantadas.


   Craques do futebol como Leo Messi e Cristiano Ronaldo estão ao lado de Bale, Iniesta, Modric, Suárez, Kroos, Dembelé e muitos outros. Há ainda seções especiais extras para Atlético, Real Madrid e Barcelona, trazendo os melhores momentos dos principais atletas em cenas de jogo, destaques, time posado, além de imagem do estádio. O livro ilustrado custa R$ 7,90 e o envelope com 5 figurinhas sai por R$ 1,50.








Sobre La Liga Santander 2017-2018
Também conhecida como “liga das estrelas”, concentra os maiores craques da atualidade que defendem os clubes mais importantes da elite do futebol mundial, como Real Madrid, Barcelona e Atlético de Madrid. É uma das competições mais acompanhadas por torcedores de todo o planeta.

FICHA TÉCNICA
Formato: 232 x 270
Estrutura: 4 capa+32 páginas
Preço do Livro Ilustrado: R$ 7,90
Preço do Envelope com 5 figurinhas: R$ 1,50
Lançamento: 26/01/2018
Distribuição: Principais praças

Cromos
Total: 270 cromos


domingo, 21 de janeiro de 2018

TRILOGIA XAMPU, DE ROGER CRUZ, GANHA BOX ESPECIAL COM A PARCERIA DA PANINI E STOUT CLUB



   A série Xampu - graphic novel fruto da parceria entre PANINI e Stout Club -,  acaba de ganhar um box exclusivo com os três volumes reunidos em uma caixa feita especialmente para os colecionadores.  A trilogia, escrita e desenhada por Roger Cruz, renomado artista de títulos como X-Men, Homem-Aranha e Hulk, chega no dia 16 de janeiro. As publicações vêm no formato 17x26 cm com 84 páginas cada.


   Vencedora de três prêmios pelo HQMix, Xampu foi criada em 1997 e teve seu primeiro volume completo publicado em 2010. A saga é ilustrada no atual e inusitado novo estilo do artista e se desenrola entre o final dos anos 80 e o início dos anos 90, num pequeno apartamento da zona norte de São Paulo, que estremecia com o falatório, a gritaria, o tilintar de copos e garrafas e o volume no talo do aparelho de som 3 em 1.
   Personagens e histórias peculiares se embaralham com sons de guitarras, baterias e baixo de uma geração movida a novas experiências e muito rock’n’roll. Passando pelo Rock in Rio até as profundezas das narrativas trilhadas pelos personagens, Xampu entrega um retrato repleto de altos e baixos, da vida de uma geração que compartilhou descobertas, alegrias e tristezas.
   Roger Cruz, que já desenhou inúmeros títulos de personagens como X-Men, Hulk, Motoqueiro Fantasma, Homem-Aranha, Doutor Estranho, Vampiro Americano, além da Graphic MSP Turma da Mata – Muralha e de MSP+50 - Mauricio de Sousa por Mais 50 Artistas, se entrega ao próprio processo criativo para transportar o leitor a uma verdadeira viagem no tempo nesta HQ autoral que revisita lugares e épocas muito peculiares da capital paulista, mas que poderiam ser o cenário de qualquer lugar do mundo.





FICHA TÉCNICA
Xampu
Formato 17x26 cm
84 páginas cada volume
Miolo Polen Bold 90g
Capa Cartão
Data de lançamento: 16/01/2017
R$ 55,00



sexta-feira, 12 de janeiro de 2018

MANGÁ THE LEGEND OF ZELDA CHEGA AO BRASIL EM EDIÇÃO DE LUXO PELA PANINI




   A PANINI, por meio do seu selo Planet Manga acaba de lançar The Legend of Zelda: Ocarina of Time, mangá de Akira Himekawa, baseado no aclamado jogo da Nintendo The Legend of Zelda. Muito aguardada pelos leitores, a série de mangás foi anunciado em abril, durante a CCXP Tour Nordeste e ostenta uma edição totalmente reformulada e inédita em formato de luxo. A publicação, batizada de Perfect Edition vem com 384 páginas pelo custo de R$ 29,90.
  Com periodicidade bimestral, a coleção completa de A Lenda de Zelda chega em cinco edições, cada uma baseada em um jogo da saga: Ocarina of TimeOracle of Seasons, Majora's Mask, The Minish Cap e Four Swords.
   Na trama do primeiro volume, Link é um jovem da floresta que vê seu lar em perigo e parte em uma jornada para deter um rei maligno e salvar o reino de Hyrule. Para completar sua missão, ele terá que encontrar a princesa Zelda e ajudar outros povos para reunir a Triforce e restabelecer o equilíbrio do mundo.
   O volume está disponível nas bancas, livrarias, comic shops e na loja online da PANINI (www.lojapanini.com.br).




FICHA TÉCNICA
The Legend of Zelda: Ocarina of Time
Edição de Luxo
Formato: 15 x 21 cm
Capa: Cartão em laminação fosca com aplicação em hotstamping dourado, orelhas de 9cm   
Páginas: 384
Valor: R$ 29,90
Distribuição: Nacional
Lançamento: 22/12/2017






NOVO TÍTULO DO SELO GRAPHIC MSP TURMA DA MÔNICA – LEMBRANÇAS ENCERRA TRILOGIA INICIADA COM LAÇOS, QUE GANHARÁ FILME EM 2018



   A PANINI lança em todo território nacional, no dia 30 de novembro, Turma da Mônica – Lembranças, 17° título do selo Graphic MSP. Os responsáveis pela releitura dos clássicos de Mauricio de Sousa, mais uma vez, são os irmãos Vitor e Lu Cafaggi, que assinaram também Turma da Mônica – Laços, publicada em 2013, e Turma da Mônica – Lições, de 2015, ambas com enorme sucesso de público e crítica. O lançamento foi um dos destaques da Comic Con Experience, que aconteceu em dezembro de 2017 na cidade de São Paulo e os autores estiveram presentes durante os 4 dias de evento no espaço Artists’ Alley.
   Repleta de referências a filmes e desenhos animados dos anos 1980 e 1990, Lembranças traz traços delicados em cada ilustração. E concluí a saga em grande estilo. A capa mostra toda a essência da história, desta vez com foco na alegria dos personagens.
   Na trama, Mônica e Cebolinha tinham problemas para resolver. Mas juntos, e acompanhados de Magali e Cascão, eles são praticamente imbatíveis. A reinterpretação dos clássicos personagens de Mauricio de Sousa é uma aventura cheia de intrigas, sopapos, planos, risadas e, claro, amizade.
Turma da Mônica – Lembranças tem 96 páginas e chega em duas versões: capa dura, com preço sugerido de R$ 41,90 e brochura, por R$ 31,90. A publicação encerra a trilogia dos irmãos Cafaggi. E vale lembrar que a primeira Graphic MSP assinada pelos dois, Mônica – Laços, será adaptada para o cinema em julho de 2018, no primeiro filme live action da Turma da Mônica.
   Publicado pela PANINI desde seu lançamento, em 2012, o selo Graphic MSP já se tornou referência no segmento, reunindo o melhor do traço nacional em HQs produzidas pelos mais diversos artistas e estilos que reinterpretam os clássicos personagens de Mauricio de Sousa, em seus próprios traços.

Os irmãos Cafaggi

   Vitor e Lu Caffagi nasceram em Belo Horizonte, capital de Minas Gerais. Enquanto Vitor, o irmão mais velho, se formou em Design Gráfico, Lu investiu no jornalismo.
   Vitor estreou nos quadrinhos em 2008, com Puny Parker, uma série de tiras parodiando o Homem-Aranha. Após grande sucesso, passou a publicar a tira Valente, que continua saindo. O livro da série, que é publicada pela Panini, recebeu o Troféu HQ Mix de Novo Talento – Roteirista.
   Lu começou em 2010 a publicar quadrinhos em seu blog pessoal. Posteriormente, lançou uma coletânea de minigibis chamado Mixtape. Alguns de seus trabalhos mais recentes, como os dois primeiros volumes da série Bruna Vieira em Quadrinhos, foram publicados também na França.

Graphic MSP

   Graphic MSP é uma linha de publicações que derivou do projeto MSP 50 – Mauricio de Sousa Por 50 Artistas, que começou em 2009, para comemorar o cinquentenário de carreira do criador da Turma da Mônica. O sucesso de público e crítica foi tamanho, que vieram mais dois livros: MSP + 50 – Mauricio de Sousa por Mais 50 Artistas (2010) e MSP Novos 50 – Mauricio de Sousa Por 50 Novos Artistas (2011).
Como ficou claro que os personagens de Mauricio de Sousa permitiam voos ainda mais ousados, surgiu o projeto Graphic MSP.
    A primeira Graphic MSP foi Astronauta – Magnetar, de Danilo Beyruth, lançada em outubro de 2012. Na história, o personagem criado por Mauricio de Sousa ganha uma releitura ousada, em que fica “náufrago” no espaço e luta não apenas pela sua sanidade mental, mas principalmente pela vida.
    A segunda, que saiu em junho de 2013, foi Turma da Mônica – Laços, de Vitor e Lu Cafaggi. Na trama, o Floquinho, o cachorro do Cebolinha, desaparece, deixando o garoto deprimido. É quando Cascão, Mônica e Magali decidem encontrar o cão. Juntos, eles vivem uma aventura em que superarão diversos perigos graças à amizade que os une.
     Depois, vieram Chico Bento – Pavor Espaciar, do Gustavo Duarte, um álbum de humor, com direito ao menino caipira ser abduzido por alienígenas. Piteco – Ingá, do Shiko, uma aventura com direito a raptos, perseguições, mulheres em perigo, lutas, resgate e amor. Bidu – Caminhos, uma releitura do primeiro encontro do Franjinha com seu cão azul. Astronauta – Singularidade, continuação de Magnetar, em que o herói espacial vai investigar um buraco negro e se envolve num grande ardil espacial. Penadinho – Vida, na qual a Alminha vai reencarnar e o fantasminha precisa criar coragem para, finalmente, dizer que ela é o amor da sua... morte. Turma da Mônica – Lições, a aguardada sequência de Laços, na qual Mônica, Cebolinha, Magali e Cascão precisam lidar com as duras consequências de um erro que cometeram. Turma da Mata – Muralha, uma trama repleta de intriga política e aventura em que a Turma da Mata e o reino de Leonino estão de lados opostos e um confronto é inevitável. Louco – Fuga, trama estrelada por Licurgo Orival Umbelino Cafiaspirino de Oliveira, o Louco, que corre dos guardiões do silêncio, enquanto viaja pelas histórias para libertar um pássaro. Papa-Capim – Noite Branca, primeira trama de terror do selo, em que uma ameaça sobrenatural pode significar o fim de todos os membros da aldeia do então jovem índio. Mônica – Força, uma história tão dolorida quanto emocionante, em que a protagonista terá de enfrentar seu maior desafio e não poderá ser na base da coelhada. Bidu – Juntos, dando sequência a Caminhos, conta o início conturbado da relação entre o pequeno Franjinha e seu cãozinho azul recém-resgatado das ruas. Astronauta – Assimetria, terceiro volume de Danilo Beyruth com o personagem, mostra uma missão investigativa em Saturno que se transforma numa aventura com desdobramentos absolutamente imprevisíveis. Em Chico Bento – Arvorada, o premiado cartunista Orlandeli cria uma história tocante, com visual magnífico e momentos de amor, dor, humor, mistério e, especialmente, aprendizado. E na recente publicação do selo, Capitão Feio – Identidade, os irmãos Magno e Marcelo Costa fazem uma releitura realista e angustiante do vilão mais icônico de Mauricio de Sousa.
Todas foram sucesso de público e crítica e, em 2013, Astronauta – Magnetar foi publicado, pela Panini, em cinco países da Europa: Itália, França, Espanha, Portugal e Alemanha. Em 2017, Bidu – Caminhos e Penadinho – Vida saíram na França pela Glénat.





Ficha Técnica
96 págs.
27,5 x 19 cm.
Miolo papel couché
Brochura. R$ 31,90. – ISBN: 978-85-426- 0884-7
Capa dura: R$ 41,90. – ISBN: 978-85-426-0883-0
Lançamento: 30/11/2017